Vem Comigo?!

Olá, se você já participou de alguma palestra minha ou programa de treinamento já ouviu eu dizer: “Vem comigo?!”

Um dos grandes desafios do comunicador corporativo está na capacidade de reter 100% da atenção do expectador.

Desafios

É extremamente comum um palestrante apresentando seus slides e ao mesmo tempo pessoas conversando, consultando mensagens no celular, levantando-se para ir ao banheiro, cochilando ou simplesmente olhando para o palestrante – porém os pensamentos estão a quilômetros de distância dali.

Em uma reunião, as pessoas atenderem seus celulares enquanto você fala, ou receber um recado da secretária na porta ou ainda simplesmente se levantarem para atender alguém ou fazer algo que parece ser mais importante naquele momento. Em uma sala de aula, o professor possui um grande desafio, conseguir fazer com que seus alunos permaneçam sentados durante toda a sua aula, atento em seus ensinamentos e fundamentos.

Em um treinamento, pode acontecer que alguns participantes mais eufóricos ou mais falantes atrapalhem o andamento da aula, uma vez que gostam de participar mais do que os demais, falando mais que o necessário, questionando várias vezes, chegando em alguns casos a incomodar os demais participantes presentes. Existe ainda aquele tipo de público hostil, de difícil conquista, o qual leva certo tempo para ganhar a confiança do palestrante.

ESTRATÉGIA

Existem momentos especiais na sua aula, a qual você precisa chamar ainda mais a atenção da plateia, ou ainda momentos em que você precisou parar uma linha de raciocínio ou argumentação por conta de sanar uma dúvida ou responder uma pergunta feita por um aluno. Nestes momentos e em todos os demais citados acima, você precisa de técnicas e estratégias pessoais para chamar a atenção do seu público.

Vem Comigo! 

Quando digo “vem comigo?!” estou chamando a atenção de toda a plateia, de maneira que me acompanhem e fiquem ligados em mim.

Tais comportamentos citados anteriormente são extremamente comuns, e você precisa buscar formas de trazer estas pessoas para você. Este é um dos principais fundamentos da Didática Corporativa.

Quando digo “Vem Comigo?!” estou chamando a atenção de toda a plateia, de maneira que me acompanhem e fiquem ligados no que estou dizendo. Esta técnica chama o seu expectador, de maneira que o mesmo pare tudo o que está fazendo para lhe acompanhar. Você deve literalmente buscar o seu expectador, caminhando até o mesmo, e com gestos e entusiasmo na voz, você busca e traz o seu expectador.

Desta forma, por exemplo, é possível detectar um aluno disperso na plateia, e chamá-lo sutilmente, bem como conduzir toda a plateia a olhar o telão ou outro local que você deseja no auditório. Tal técnica garante uma dinâmica na sua aula ou palestra, de maneira que os traga para você!

DICAS

Abaixo detalho os principais momentos em que você deve usar as suas mãos, em um gesto de convidar o seu expectador a vir com você:

  • Quando você precisa chamar a atenção para um momento ou assunto especial
  • Quando é preciso chamar a atenção de um expectador em específico
  • No momento em que é preciso reter uma maior atenção de todos da plateia
  • Após uma pergunta respondida por você, quando precisa retomar o assunto
  • Após um momento de dispersão causado por um expectador que chamou a atenção para si
  • Quando você perceber que alguns de dispersaram acompanhando com olhar uma pessoa que levantou na plateia, ou uma pessoa que chegou e abriu a porta
  • Para criar empatia com um público hostil
  • Para acordar um expectador em especial (não o exponha – faça isso sutilmente na direção a qual o mesmo se encontra)
  • Para acalmar emoções fortes de expectadores falantes ou que desejam “aparecer”
E aí?! Vem comigo?!
Compartilhe nas redes sociais:
16 de Fevereiro de 2017

1 Comentários em "Vem Comigo?!"

  1. Fala meu amigo!

    Excelente dica!!!
    Sempre na hora certa, vai me ajudar muito.

    Abraços,

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2018 Meda Academy Training - Todos os direitos reservados.